segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Projeto "A Linda Rosa Juvenil"



Turma: Maternal 2 (2-3 anos)
Duração: 1 semestre

Justificativa:
As canções e brincadeiras de roda sempre despertaram um grande interesse nas crianças, logo que escutam já levantam para fazer uma ciranda, se divertindo e brincando muito. Porém a mais pedida por eles, a “Linda Rosa Juvenil”.
Ao analisarmos a letra da cantiga, percebemos que ela nos abre um leque de possibilidades, pois podemos explorar diversos assuntos, como o mundo dos contos de fadas e seus personagens, das cores, das plantas e muito mais.

Objetivos:
A     Interagir em diferentes ambientes de trabalho e convívio;
A     Estabelecer noção de espaço e tempo, em relação ao seu próprio corpo e ao que o rodeia;
A     Brincar sozinho e com o outro, expressando assim seus sentimentos e emoções, como também suas necessidades e desejos;
A     Identificar-se como parte integrante do grupo;
A     Cuidar do seu próprio corpo e de seus pertences, estimulando a autonomia;
A     Descobrir o prazer de ouvir e fazer música, brincando com sons, instrumentos e movimentos;
A     Ampliar as experiências através de atividades com os diferentes materiais e técnicas;
A     Interessar-se pelas próprias criações e produções, respeitando também as dos colegas;

A     Participar de atividades que valorizam sua cultura e sua individualidade, desenvolvendo sua autoestima;
A     Brincar pelo prazer de brincar;
A     Explorar, valorizar e preservar o meio ambiente;
A     Oportunizar contato com animais e demais elementos da natureza;
A     Expressar através de desenhos suas ideias, sentimentos, fatos e experiências.

Atividades a serem desenvolvidas:
A     Terrário;
A     Produzir o livro: Leilão de Jardim, juntamente com as crianças e suas famílias;
A     Confeccionar a canção em imagem no grande grupo;
A     Dramatização da música...Filmagem da apresentação...
A     Culminância: Fazer um cineminha para assistir ao vídeo da apresentação, a pipoca será colorida de acordo com cada cor de flor utilizada para apresentação.
A     Montagem: montar a flor e colar, observando o espaço, como se fosse um quebra-cabeça;
A     Registrar o desenho da história sobre a areia, utilizando um palito como pincel, para fixar a areia, utilizar papel adesivo, pressionando sobre a atividade;
A     Confeccionar: a minha camiseta (tiedie). Sobre a história;
A     Atividade com bolinhas de gude: após colorir a folha com as bolinhas de gude, carimbar o desenho da rosa sobre o mesmo;
A     Amassando o papel laminado: após amassar bem o papel, dar batidinhas com o pincel, pintando os círculos, formando as flores;
A     Técnica de Sombreamento;
A     Passado o rolo: colar imagens da Canção em um rolo, passar tinta para descobrir o que aparece;


A      Árvore das flores: Pinte os rolos de papel higiênico. Corte-os em tiras de 2 cm. 2. Cole cinco tiras uma na outra formando uma flor. Faça mais duas iguais;
A     Argila;
A     Vela;
A     Desenho caneta aquarela;
A     Giz branco na folha preta;
A     Lixa;
A     Técnica com massa corrida;
A     Pintura em azulejos;

Avaliação
A avaliação se dará de forma a acompanhar o desenvolvimento integral da criança e do grupo.
Para tanto, serão realizados observações e registros, que auxiliarão no processo de avaliar.
Observaremos os seguintes aspectos: quais os momentos que as crianças mais participaram; como interagiu com os colegas; a criança já conhecia a brincadeira; se não, como se portou diante da situação nova; no momento de tomar decisões, manteve-se segura diante de suas escolhas, ou influenciou-se facilmente pelas opiniões dos colegas; as crianças concluíram os objetos/acessórios escolhidos por elas; envolveram-se nessa atividade com autonomia e criatividade; manifestaram interesse e concentração no momento de assistir ao teatro; representaram seus personagens; como foi essa representação.
Os registros feitos servirão também de subsídios para o encaminhamento de futuros planejamentos, fornecendo dados e pistas para avaliar nossa prática pedagógica.


Bookmark and Share

segunda-feira, 26 de maio de 2014

“Os Lobos e as Cores”

Objetivos:
  • Escutar com atenção a história contada: “A História dos Lobos de Todas as Cores”;
  • Explorar diversas técnicas de artes, afim de incentivar a criatividade dos alunos;
  • Realizar as atividades propostas com atenção;
  • Elaborar um livro com os trabalhos;
  • Incentivar a expressão da linguagem;

Motivação:
Hora do conto:
A professora contará a história “A história dos lobos de todas as cores”, utilizando o data show como recurso. O livro está disponível em formato digital, no site: http://issuu.com/enymaia/docs/lobos_miolo_1p .


As atividades que forem propostas formarão “O Livro das Cores e dos Lobos”. Onde em cada página haverá uma técnica artística diferente e um lobo correspondente, já que as mesmas utilizarão uma cor
apenas e algumas variantes no seu tom.
O livro será feito com duas folhas de desenho dobradas ao meio e costuradas a mão, com encadernação artesanal.
Capa:
→ Atividade de carimbo;
Miolo:
→ Técnica de pintura com canudos;
→ Técnica de pintura com esponjas;
→ Técnica de pintura com a folha sendo esmagada sobre a tinta;
→ Técnica de pintura com tinta relevo;
→ Técnica de pintura canetinha sobre filtro de café.
Contracapa:
→ Foto do aluno com o nome escrito por eles.

Cores trabalhadas:
Vermelho, Amarelo, Azul, Verde.
→ Na capa, foram trabalhadas as cores do arco-íris,

Demais atividades:
→ Pintura de lobos e recorte dos mesmos, para identificação das páginas;
→ Recorte de lã e colagem da mesma para fazer o rabo do lobo preto.
Bookmark and Share

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Chá das Mamães

Dia das mães está chegando que tal um chá da tarde com elas e os pitocos???
Então olha que coisa mais linda:
Então corre lá no ScrapBi, no Sachê em Forma de Coração e confere o PAP!!!

Bookmark and Share

domingo, 20 de abril de 2014

Plano de Aula - A Evolução da Escrita



Tema: Escrita

Objetivo: Analisar a evolução da escrita, como símbolo gráfico, a partir do conhecimento de sua história.

Conteúdos:
·         Mesopotâmia;
·         Escrita Cuneiforme.

Mobilização:
Cruzadinhas
A professora entregará uma folha com um cruzadinha. Folha anexada ao plano.

Metodologia:
Chegada/Janta/ Chamada
A chamada será dinâmica, cada um deverá em vez de dizer presente, diz sua cor preferida;
Então será feia a mobilização;
A professora fará um exemplo de palavra no quadro da cruzadinha, com uma palavra qualquer:
Dica:




















A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
K
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22































W
X
Y
Z


















23
24
25
26



























































1
14
20
7
21
9
4
1
4
5












A
N
T
G
U
I
D
A
D
E



































15
18
9
5
14
20
1
12














O
R
I
E
N
T
A
L








Depois de feita a cruzadinha, a professora explicara que aquelas palavras, ou conceitos e conteúdos serão os temas de nossas próximas aulas, assim eles saberão sobre o que iremos conversar:
1.  Escrita;
2.  Mesopotâmia;
3.  Sumérios;
4.  Civilização;
5.  Memória;
6.  Classe.

Então faremos a leitura do texto sobre a origem e a evolução da escrita, folha anexa ao plano, primeiro em leitura silenciosa, depois cada um lerá até o primeiro ponto. A professora pedirá para que sublinhem as palavras que não sabem o significado, para depois explicar.
Terminada a leitura, veremos as palavras que foram sublinhadas, por parágrafos, assim irá explicando os significados ajudando na melhor compreensão do texto.
Depois irá propor que, em duplas ou trios, eles criem um alfabeto e façam uma frase com ele sobre o que vimos na aula.


Texto:

Escrita: da origem e sua evolução
Como vimos na Pré-história, os povos registravam seu cotidiano, suas crenças, em formas de desenho, nas paredes das cavernas ou em entalhes em pedras. Mas com o passar do tempo, esses mesmos povos começaram a mudar sua rotina, o que fez com que novas formas de se ter controle sob suas coisas se fizeram necessário.
Assim, desenvolveram técnicas e desenhos para controlar seu comércio dos produtos que cultivavam ou fabricavam. Com isso criaram símbolos, ou desenhos que representassem aquilo que queriam registrar, mas isso era muito complicado, e em torno de 4000 a.C., haviam cerca de 2000 símbolos. 
Conforme o tempo ia passando a escrita foi se modificando até ser criado uma espécie de alfabeto, assim toda e qualquer informação podia agora ser guardada. Fora criada a escrita cuneiforme para isso, era chamada assim, pois era escrita com uma cunha em tábuas de argila. Ela foi muito usada pelos sumérios, babilônios e assírios.

Já o alfabeto atual como o conhecemos, surgiu da evolução da escrita de outros povos: fenícios, gregos e egípcios

Cruzadinha:

Sobre o que vamos aprender?
Resolva a cruzadinha e descubra sobre o que iremos falar nas próximas aulas!










4.












1.
E
S
C
R
I
T
A











I






5.

3.






V





2.
M
E
S
O
P
O
T
A
M
I
A





E

U






L






M

M






I






Ó

É






Z






R

R



6.
C
L
A
S
S
E



I

I






Ç






A

O






Ã








S






O






Dica:




















A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
K
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22































W
X
Y
Z


















23
24
25
26














































1.    A ____________ fez com que o estudo da História fosse dividido entre Pré-História e História.
2.    Na _________________ surgiram as primeiras civilizações.
3.    Os _________________ foram o primeiro povo a aparecer no crescente fértil.
4.    ______________ é nome que pode ser dado a um povo.
5.    Com a ajuda da _______________ podemos lembrar das coisas.
6.    Divisão de  _______________ serve para dividir os tipos de trabalhos ou de pessoas em um povo.
 

 




 


Bookmark and Share